Álcool: o caminho para o abismo

Publicado em jun 25, 2014

Álcool: o caminho para o abismo

O álcool – aquele exaltado nas mídias como o bom companheiro e alegria das festas – vem se disseminando de forma destruidora na juventude contemporânea. Mas, geralmente, o principal é esquecido na hora de consumir: a bebida alcoólica é uma droga (apesar de legalizada) e gera vários problemas, inclusive a dependência.

Muitos conflitos pessoais levam adolescentes a experimentar o álcool, uma família desestruturada e a própria hesitação dela para proibir o consumo por ser tão comum, caracteriza a estrutura familiar atual – ausente e liberal – que, praticamente, empurra seus filhos ao futuro vício. Outro fator de grande destaque é a pressão entre os amigos, o medo de não ser socialmente aceito leva, mesmo contra a própria vontade, a se inserir no mundo ”legal” das vodkas, cervejas e smirnoff’s, fazendo o Brasil ser eleito pela ONU o terceiro maior país da América Latina com o maior consumo alcoólico entre os jovens.

Infelizmente, 78% dos adolescentes brasileiros bebem regularmente e, destes, 19% já são considerados dependentes alcoólicos, conforme pesquisa da Unifesp. É urgente a criação de medidas que colaborem para impedir a entrada desses menores de idade no alcoolismo.