Desenvolvimento do alcoolismo

Publicado em jun 25, 2014

Desenvolvimento do alcoolismo

A ingestão excessiva de bebidas pode levar ao alcoolismo, uma doença sem cura. Consumir grandes doses com frequência pode fazer com que o cérebro mude e se adapte à presença frequente do álcool, essa adaptação é a doença.

O alcoolismo é diagnosticado quando a pessoa perde o controle, apresenta desejo compulsivo pela bebida e maior tolerância a ela, se sente mal quando não a ingere e passa a ter prejuízos em sua vida. Qualquer um pode se tornar alcoólatra, mas há um grupo mais vulnerável.

Os dependentes têm riscos maiores de desenvolver cirrose hepática, problemas no coração e neurológicos, perda de força nos membros e de memória e câncer de bexiga e laringe, por exemplo. Por isso, o cenário é grave e pode levar à morte.

O tratamento para o alcoolismo, considerado ideal, combina terapia para evitar os gatilhos que fazem a pessoa beber, medicação para diminuir a compulsão e a síndrome de abstinência, além de conversa com a família para que ela possa ajudar o paciente.