Riscos do consumo de álcool durante a gestação

Publicado em jun 25, 2014

O consumo de álcool por mulheres durante a gravidez pode trazer implicações ao desenvolvimento cognitivo das crianças quando elas estiverem em idade escolar. De acordo com pesquisas, crianças cujas mães admitiram utilizar álcool em grandes quantidades por mais de nove dias durante toda a gestação tiveram pontuação média menor no teste de avaliação cognitiva a que foram submetidas.

O desenvolvimento cognitivo de que se fala, está relacionado à abstração, atenção, linguagem receptiva, função executiva, concentração, memorização e ao julgamento crítico.
Os problemas mais graves, resultantes da ingestão de álcool na gravidez, são o risco aumentado de aborto ou do bebê sofrer da síndrome fetal alcoólica, que é um conjunto de distúrbios mentais e físicos que se manifestam na criança. Ainda não se conseguiu estabelecer a quantidade de álcool a partir da qual se torna potencialmente tóxica para o feto, mas sabe-se que quantidades muito pequenas da substância, em especial nos 3 primeiros meses de gravidez, são suficientes para prejudicá-lo.
A Clínica De Recuperação Nova Aurora conta com uma equipe de funcionários que estimula o uso de modelos de comportamentos positivos no interior da comunidade e pode te orientar mais sobre o assunto. Entre em contato conosco!